Palavra pastoral semanal

Características de uma igreja saudável

"Diariamente perseveravam unânimes no templo, partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus e contando com a simpatia de todo o povo. Enquanto isso, acrescentava-lhes o Senhor, dia a dia, os que iam sendo salvos. A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judeia, Galileia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número." Atos 2.46-47, 9.31

  1. Um dos grandes desafios da igreja em nossos dias é ser uma igreja saudável, não basta apenas ser igreja, tem que ser saudável. Quando falamos de igreja não estamos falando de uma instituição, de um prédio, mas sim de um organismo vivo, estamos falando de pessoas sendo igreja.
  2. Em Atos 2.46-47 e 9.31 podemos ver algumas características de uma igreja saudável:
    • Perseverança - Como precisamos ser perseverantes, vivemos numa geração que desiste com muita facilidade das coisas, uns desistem de sua fé, de estudar, de manter um casamento, de trabalhar, de viver e por ai vai. O interessante é que podemos ler nestes versículos, que eles “diariamente”, isto é, não podemos ter momentos de perseverança, mas ela precisa ser diária.
    • Unanimidade - Vivemos em um mundo extremamente dividido, e isto se reflete na igreja, pois a igreja são pessoas. Não há unanimidade dentro dos lares, consequentemente em nenhuma área de nossas vidas e isso nos joga num verdadeiro caos. A lei é: cada um por si. Se houver unanimidade na igreja nada poderá detê-la. Se tivermos unidade e falarmos a mesma linguagem, não haverá impedimento para o que intentarmos fazer. (Gênesis 11.6).
    • Amizade e companheirismo - Não por interesse, não amizade sanguessuga, que cansa e até mata, mas amizade genuína, que produz ar, que dá substância e significado aos relacionamentos.
    • Alimentação saudável - Nada aproxima mais do que comer juntos. Nós temos nos alimentado de uma forma saudável? E não estamos falando aqui somente da qualidade dos alimentos, de uma dieta balanceada, mas de termos paz e alegria para comer. Em quantos lares o momento das refeições é um verdadeiro campo de batalha?
    • Louvor a Deus - Temos este hábito, ou ele se tornou algo esquecido, somente lembrado nos momentos em que temos alguma necessidade a ser suprida? Somos uma geração de resmungões e descontentes, nada nos satisfaz. Precisamos reaprender a louvar a Deus por tudo o que Ele é, e não somente pelo que Ele faz ou dá. Você já louvou a Deus hoje?
    • Contar com a simpatia do povo - Não há nada mais destrutivo para a missão da igreja, do que ela se tornar antipática. Como a igreja quer ser referência, influenciar positivamente, se ela não conta com a simpatia daqueles ao seu redor? Se suas atividades geram desconforto, constrangimento ou até mesmo escândalo? Ser igreja é muita responsabilidade. É ser agência do Reino de Deus na terra.
    • Ter paz - Como a paz esta fazendo falta hoje em dia. Somos uma geração que não conhece a paz, e sim falta de problemas. A verdadeira paz está presente mesmo nos momentos críticos. Somos pessoas sem sossego. Paz é fruto do Espírito Santo, o que podemos ver de cristãos inquietos, irritados, nervosos. Alguma coisa está muito errada, é preciso que voltemos a experimentar a paz que excede todo o entendimento.
    • Edificar-se – Construir-se - A igreja efetua o seu próprio crescimento quando todos os seus membros assumem a sua responsabilidade como sacerdotes e desempenham o seu serviço no corpo de Cristo. Não podemos esperar que o crescimento da igreja esteja sob a responsabilidade de algumas poucas pessoas, que dizemos chamadas para o ministério, quando todos nós temos ministério, pois ministrar nada mais é que “servir”.
    • Viver no conforto do Espírito Santo - Podemos perceber que a maioria de nós tem uma interpretação errada do final deste versículo. O Conforto do Espírito Santo não é para nos acomodarmos e vivermos regaladamente, totalmente alheios ao que acontece ao nosso redor, pois afinal de contas, não é da nossa conta. Viver no conforto do Espírito Santo é ter um estilo de vida que agrada a Deus, usufruindo da liberdade que o Espírito nos proporciona, sendo curados em nossas emoções e relacionamentos e vivendo uma vida que realmente glorifica a Deus. Sendo sal e luz, em um mundo que se debate em meio as trevas espirituais e que vive um estilo de vida insípido, sem sabor.
Missão

"Viver e fazer conhecido o amor incondicional de Deus”.

Texto Base: "Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atraí" (Jeremias 31.3b).

Visão

Nosso encargo é viver e fazer conhecido o amor incondicional de Deus, edificando uma igreja de vencedores, onde cada membro é um discípulo e cada discípulo um líder compromissado, cada casa é uma extensão da igreja, conquistando nossa geração e a próxima para Cristo, através de células que se multiplicam uma vez ao ano, todos os anos.

Princípios/Valores

  • Cuidar, consolidar e treinar cada membro através do discipulado;
  • Edificar por encargo uma igreja de vencedores;
  • Cada membro é um discípulo e cada discípulo é um líder compromissado;
  • Cada casa é uma extensão da igreja;
  • Multiplicar as células uma vez ao ano, todos os anos.